The walking dead

Estréia
Estreou ontem, nos canais a cabo FOX e FX, uma das séries mais aguardadas do ano: The Walking Dead!!!!
Vou ser sincera eu já tinha assistido a versão que caiu na internet, antes mesmo de seu lançamento em 31/10 nos EUA, dia do Halloween lá e, justamente para reduzir a possibilidade de pirataria, resolveram fazer a estreia mundial em 02/11, dia de finados para nós brazucas, mas caiu na rede é zumbi …oops caiu na rede é peixe. Eu, com minha vocação a paranóia, acredito que foi de propósito que foi lançado, como um teaser para os fãs ávidos pela série. Além de aplacar a minha ansiedade, foi legal assistir a versão da net, pois eu descobri que a FOX cortou a série!!! Não bastando os corpos mutilados, resolveram mutilar a série também. Os cortes não afetaram totalmente a série, mas acredito que pontos importantes sobre o protagonista, pequenos atos, deveriam ter sido mantidos, mas tinha que ter 1h de série e eles resolveram cortar uns 10 min…..sad, sad, sad … , mas para isso que temos a internet, a salvadora, praticamente a Gaia dos nerds.
Enfim vamos ao que interessa. Se você não assistiu a série ela reprisa no sábado na FOX, e já está disponível na internet legendado em português, goggle it! Logo, se não quer saber o que houve no episódio de estréia, pare por aqui, assista, mas volte, para conferir o restante do post e deixar seu comentário.

Poster da série The Walking Dead

 

Sobre

 

The Waking Dead vol 1

The walking dead é baseado no quadrinho homônimo publicada pela Image Comics desde 2003. Criada por Robert Kirkman com a arte de Tony Moore e Charlie Adlard. A história se passa num mundo pós infestação de zumbis onde gente normal, como nós (eu acho que sou, pelo menos), tenta sobreviver. O enredo vai além das tripas, explora os conflitos internos, o relacionamento interpessoal e doses de críticas sociais.
Com o enredo pronto, o storyboard desenhado, os produtores da série tinham nas mãos o sonho de qualquer nerd, e não deu outra, o episódio foi recorde de audiência nos EUA foi visto por cerca de 5,3 milhões de espectadores nos Estados Unidos, segundo o site da revista especializada “Variety”. O número é o maior já alcançado por qualquer série exibida no canal a cabo.

 

Sinopse do primeiro episódio
O episódio começa com Rick Grimes, um policial interpretado por Andrew Lincoln, sozinho, procurando por gasolina em um posto abandonado, cheio de corpos putrefatos, quando ele avista um pobre menininha loirinha, angelical eu diria, caminhando sozinha calçando suas pantufas cor de rosa, e, como bom mocinho que é, ele vai ajudar a garotinha, e SIM ela é uma zumbi!!! Ela começa a avançar sobre o policial e !!!BAM!!! uma bala atravessa o meio do crânio da pequena aberração. É assim que começa a grande promessa dos últimos tempos, estourando os miolos de criancinhas em rede mundial! Excelente.


A história retrocede no tempo, quando o mundo ainda era o que conhecemos como normal. Rick parece ser um bom policial, amigo, respeitador, ama a família e tem enfrentado problemas conjugais. Ao sair no encalço de bandidos malvados ele é atingido por tiros e vai para o hospital, quando acorda, tem a sensação que pouco tempo passou, mas na verdade ele está só, fraco e num hospital apinhado de corpos, sem saber quanto tempo esteve ali. Sem saber o que está acontecendo, volta para casa, e não encontra ninguém, sua família não está lá, se perde em desespero por achar que nada daquilo é real.
Enfim, encontra um rapaz e seu filho, sobreviventes do holocausto em carniça que é este novo mundo, eles enfrentam a grande dor de ver a esposa/mãe/zumbi vagando pelas ruas, sem ter coragem de acabar com a “vida “dela. Rick volta para a delegacia se arma e pega uma viatura e segue para Atlanta, onde sua família poderia estar. Neste ponto, voltamos para o começo da história, onde ele busca gasolina, mas não encontra, e ai vem uma das soluções mais brilhantes para mundos pós-apocalipticos: ele acha um cavalo!! Sai cavalgando pelas ruas, mas o que parecia uma boa ideia, se revela um desastre, para o cavalo que é devorado por uma horda de zumbis, e é ai que Rick entra em um tanque de guerra para se refugiar, quando alguém o contacta via rádio …. e ….  fim …
Gostou?? Vá conferir vale a pena cada minuto investido. Não vejo a hora de assistir ao próximo episódio!!

Culhões
Eu tenho grandes expectativas quanto a The walking Dead, o pouco que sei sobre os quadrinhos já é o suficiente para criar uma série épica, só fica a pergunta, os produtores terão culhões para seguir em frente e explorar o enredo nada sutil da revista???

 

Anúncios

Sobre Camila Cruz

Paulistana, formada em Letras e Análise e desenvolvimento de sistemas, unindo nestes dois mundos as maiores paixões, literatura e tecnologia. Curiosa, adora conhecer novos gadgets, apps ou jogos. No tempo livre, pratica Taekwondo ou reina no sofá assistindo séries de TV e se perdendo nos mundos fantásticos de Neil Gaiman.
Esse post foi publicado em Séries e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para The walking dead

  1. Aline Brito disse:

    Adorei o post!!!

    Assisti ontem Walking Dead, e talvez por conta da dublagem/cenas cortadas não me empolguei.

    Não que não tenha gostado, mas pareceu muito mais do mesmo, não deixe que eles te mordam ou te arranhem, atire na cabeça, esconda-se a noite embora o dia também não seja seguro. Minha esperança é ver como os conflitos psicológicos/morais/sociais serão abordados, pq no que se refere a Zumbis ainda não me convenceram (será que estou ficando insensível a cenas “nojentas”, pq eu vi pouquissima coisa ali q causasse alguma estranheza.

    Fiquei muito curiosa pela HQ, e com certeza vou acompanhar a série, vou assitir o episódio original, quem sabe mosta mais!

    • Camila C. disse:

      De certa forma você tem razão, mas você já assistiu alguma outra série de zumbis???? As regras, a princÍpio, são as mesmas, mas acho que o protagonista tem muito mais para mostrar para nós!!! No final os zumbis serão um plano de fundo, acredito, como numa guerra, numa dessas situações FDP em que vc tem que ser vc mesmo e não tem politicagem.
      Baseado no pouco que sei sobre os quadrinhos e sobre o que ele pode oferecer para a série eu acredito que tem muito potencial. Mas, só vendo para mesmo, acompanhe a série e aos nossos posts para conferir!!!

  2. Thales disse:

    Quanto a ser mais do mesmo, jamaaaaisss, blasfemia, rsrsrs, the walking dead (os mortos-vivos, no Brasil) é uma serie que nao se trata de zumbis comendo humanos e sangue para todos os lados, e sim sobre as pessoas e como elas sobrevivem, qual o limite para sobreviver, voce confia nas outras pessoas? É uma serie pesada e varios episodios nao terao a aparição dos walkers (andarilhos, zumbis), mostrando que realmente a ideia é centralizar nos personagens e a dificuldade enfrentada por eles. Camila meus parabens, completo, é tudo que posso dizer, quanto aos cortes foram maiores do que somente dez minutos, por que afetaram nossas almas, rsrsrs, uma vez mais a FOX demosntra sua capacidade de tranformar ouro em lixo.

  3. Cleber disse:

    Serie animal, assisti pela indicação de uma amiga (Camila Cruz). Realmente não é mais do mesmo e trata-se de mais do “novo”. Novo como nova forma de tratar uma série, novas maneiras de cenas, novos efeitos especiais, assim como está sendo a série Spartacus na Globosat HD. Abraços.

  4. Pingback: Especial: Retrospectiva 2010 | Não Morreu Não!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s